Saúde bucal para todas as fases da vida

Tempo de leitura: 4 minutos

0 Flares Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Para manter a  saúde bucal ao longo da vida é imprescindível focar na prevenção, com visitas periódicas ao dentista, a fim de realizar  avaliações de risco, prevenção de doenças, e o diagnóstico precoce que contribui eficazmente para o sucesso do tratamento.

E claro que, é essencial manter isso em todas as fases da vida,  pois a nossa saúde bucal muda à medida que envelhecemos, por isso é importante cuidar bem dos dentes em cada fase da nossa vida.

Os cuidados com a saúde bucal deve ser integrada a uma abordagem de vida saudável que abranja todas as fases da vida.

Saiba como devem ser os cuidados em cada idade!

 

Idades de 0-3: Noções básicas do bebê

Os cuidados com a higiene bucal devem começar a partir do nascimento do bebê. No recém-nascido, a limpeza deve ser feita com uma gaze ou fralda umedecida em água limpa para remover os resíduos de leite. Com o nascimento dos primeiros dentes (por volta dos 6 meses), a fralda deve ser substituída por uma dedeira.

Aos 14 meses, com o nascimento dos primeiros molares decíduos, a higiene deverá ser realizada com uma escova dental infantil utilizando creme dental com flúor, mas a quantidade de creme dental deverá ser do tamanho de um grão de arroz cru.

Ao final da escovação limpe a boca do bebê com uma gaze para tentar retirar o excesso. A partir dos 3 anos aproximadamente a criança será capaz de cuspir, então a partir do momento que ela consiga cuspir, já poderá utilizar o creme dental com flúor em quantidade normal, mas sempre deverá ser supervisionado para que não engula, pois a ingestão do creme com flúor que poderá acarretar em problemas de saúde.

 

4 a 12 anos: Brincando

Sabemos que muitas crianças se aborrecem na hora de escovar os dentes. Para facilitar esse processo, deixe que ela participe da escovação e complete a limpeza ao fim. Faça desse momento divertido, você pode cantar ou dançarmos eles durante a escovação isso também pode ajudar.

As crianças nessa fase comem doces e chocolates, o que muito contribui para o aparecimento da cárie, por isso é extremamente importante o hábito de escovar os dentes sempre após as refeições e quando necessário.

A estatística é que em todo o mundo, 60% a 90% das crianças em idade escolar.

12 a 19 anos: Dentes Adolescentes

Por volta dos 13 anos, o adolescente já apresenta apenas os dentes permanentes, de forma que o cuidado deve ser redobrado. Os pais devem estar atentos aos hábitos de higiene bucal dos filhos, para evitar que eles deixem a saúde bucal de lado e se esqueçam das práticas corretas de escovação.

Durante a adolescência geralmente inicia-se a maioria dos tratamentos com aparelhos ortodônticos, por isso, o acompanhamento com o dentista deve continuar e também a consulta com um ortodontista para uma avaliação.

 

20 a 35 anos: Jovens e Adultos

Essa é a fase onde todos buscam estar com os dentes sempre bonitos e brancos, mas para isso os cuidados precisam estar em dia, bem como a visita ao dentista regularmente uma vez por ano, ou sempre que achar necessário.

O acompanhamento de um profissional é muito importante já que essa é uma fase em que começa com mais frequência o aparecimento, e de uma forma geral o motivo é sempre o descuido devido à falta tempo para uma higiene bucal correta.

 

36 a 64 anos: Meia idade

Adultos e idosos geralmente apresentam uma perda dentária expressiva em estudos epidemiológicos domiciliares. Poucos estudos foram encontrados para relatar condições de saúde bucal em adultos economicamente ativos.

Em todo quase 100% dos adultos têm cáries dentárias, muitas vezes causando dor e desconforto.

Acima de 65 anos

As cáries  dentárias e a doença periodontal são as principais causas de perda dentária. Perda completa de dentes naturais é generalizada e afeta particularmente as pessoas idosas. Globalmente, cerca de 30% das pessoas entre 65 e 74 anos não têm dentes naturais.

 

Prevenção e tratamento

Manter a saúde bucal e evitar doenças  podem ser diminuídas abordando fatores de prevenção básicos. Esses incluem:

  • Diminuição da ingestão de açúcar e manutenção de uma ingestão nutricional equilibrada para prevenir a cárie dentária e a perda prematura dos dentes;
  • Consumir frutas e legumes que podem proteger contra doenças bucais;
  • Parar o consumo de tabaco e diminuir o consumo de álcool para reduzir o risco de câncer bucal, doença periodontal e perda de dentes;
  • Garantir a higiene bucal adequada;usar fio dental e manter a escovação correta após as refeições.
  • Visitar o dentista regularmente; O alto custo do tratamento odontológico pode ser evitado por medidas eficazes de prevenção. Portanto, visite regularmente o dentista!

Gostou do conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *